Sobre tudo, sobre nada (da vida nos últimos dias)

sexta-feira, 12 outubro at 9:48 pm 4 comentários

Ainda há pouco no MSN a Lu me perguntou: “Mas você não vai pro Square?” Assim, como se a gente fosse juntas pro Square todas as semanas, como se ela pelo menos conhecesse o Square. Do mesmo jeito que eu falo “Feliz Círio” pra ela e ando curtindo muito o Círio aqui de longe, seja nas fotos do blog dela, nos posts ou no que a gente conversa no MSN. A Lu me conhece mais que muita gente que mora no meu prédio, mesmo a gente estando cada uma em uma ponta do Brasil.

Do mesmo jeito a Babs. Eu na minha faculdade aqui, ela na faculdade dela lá em Curitiba. E a gente troca idéias, livros, filmes, músicas. Quando a coisa aperta, ela é uma das pessoas que mais me ouve – como a Lu.

Eu ainda poderia citar muita gente aqui: a Verox, o Rafa, a Pat, a Elis, o Erick, a Mônica, o Ian, e mesmo assim seria injusta porque falta gente. Pessoas com quem eu tenho laços fortes, muito mais fortes que os laços que eu tenho com grande parte dos meus vizinhos ou das pessoas que eu conheço e moram aqui em Cascavel. Pessoas que são as primeiras em que eu penso quando quero tomar um suco ou um café – como hoje a tarde. E que eu não posso chamar porque estão longe.

Eu queria que inventassem logo um jeito novo de se teleportar, porque avião é muito demorado (e muito caro). Que fosse uma coisa instantânea, do tipo “Lu, vamos tomar um café?” e a Lu aparecesse aqui. Ou eu, lá. Ou nós duas, no Rio, na beira do mar. Com as nossas respectivas companhias favoritas. E depois a gente falasse “ah, vamos dar uma volta na roda gigante” e *plim* estivesse lá no Arraial do Círio.

(Lu, eu sei que já foi inventado e chama pó de pirilimpimpim. Mas não tem pra vender no Paraguay.)

Enfim…

Todo esse prelúdio é só pra dizer que não tem problema. Eu sinto saudades da Lu (e de outras pessoas) mesmo sem ter visto porque eu sei que são das melhores companhias. Eu sinto ainda mais saudades da Babs e de tanta gente mais porque eu já estive junto e sei como é bom.

Amor, amizade, isso se faz com a alma. E depois com o corpo. E depois com tudo junto.  E minha alma já está definitivamente entregue.

. . .

Que coisa mais linda o CD (?) novo do Radiohead. Alguém pode me explicar porque eu demorei tanto tempo para ouvir Radiohead?

. . .

O que eu mais tenho dito nos últimos dias: “ai, ai…” (E isso que eu tinha jurado nunca mais me meter numa dessas!)

. . .

Feliz fim de dia do Agrônomo, do Mar, do Atletismo, das Crianças e de Nossa Senhora Aparecida pra todo mundo. E Feliz Círio se eu não encontrar vocês até domingo.

Anúncios

Entry filed under: amor, Blog, pessoas, umbiguices, viagem, vida.

Clichê estereotípico: trilha sonora para um dia cinza Mais que mil palavras

4 Comentários Add your own

  • 1. Camiseteio  |  sexta-feira, 12 outubro às 11:11 pm

    Olá, te adicionei no Twitter, eu sou o Camiseteio (http://twitter.com/camiseteio). Gostei do blog, talvez fosse legal colocar um box no blog com os últimos posts do Twiter… ficaí a idéia

    Oi =) então, tá ali do lado: “Agorinha, agorinha” mas é o RSS, não vi nenhuma widget ainda. Será que tem?

    Responder
  • 2. Luciana  |  sexta-feira, 12 outubro às 11:38 pm

    Cara, muito lindo vc desejando feliz círio! 😉
    Não existe isso em nenhum outro lugar do mundo, sabe? É meio surreal… Porque o Círio é uma procissão… E a gente deseja feliz procissão! Ninguém no mundo faz isso: feliz procissão de Nossa Senhora Aparecida! Não existe!
    Acho que no final das contas o Círio é mais que uma procissão… É mesmo como se diz aqui o Natal dos paraenses, e aí fica mais normal desejar feliz círio aqui e acolá, como se deseja feliz natal.
    Quando eu for a Cascavel, eu vou ao Square com você. 🙂
    Beijo, Carlucha. Feliz dia das crianças e feliz Círio.

    Responder
  • 3. Elis Marchioni Rojas  |  segunda-feira, 15 outubro às 3:47 pm

    Eu nem sou católica, mas tenho uma mini Nossa Senhora de Nazaré no meu espelho. Ela é linda e me faz lembrar do Círio, do Pará, do sotaque chiadinho, da cultura amazônica, das lindas canções paraenses. E quado eu vou dormir, fecho os olhos e me transporto pra lá, lembro as paisagens que vi e sei que terei uma boa noite de sono. ;o)
    Amo Belém, amo o Pará.

    Responder
  • 4. Hugo Victor  |  quarta-feira, 17 outubro às 12:51 am

    So fazendo um comentário sobre o Círio! Estive agora, como sempre, em Belém! E tive a oportunidade de acompanhar o Círio e sinceramente é uma mistura de festa, procissão, religiosidade, amizade, fartura e tudo junto que não tem como explicar. E é algo muito bonito… quando estamos vendo toda aquela multidão… É fascinante! Espero que um dia você possa ver de pertinho o Círio de Nazaré!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

outubro 2007
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: