27 citações: Papel Manteiga para embrulhar segredos (Cristiane Lisbôa)

segunda-feira, 9 julho at 7:04 pm 1 comentário

[…] como se para ser uma mulher moderna eu precisasse mentir que não gosto de panos de prato. Entendo que o sexo é político, abomino mutilações como as que acontecem em algumas tribos africanas e, claro, sou a favor de algumas coisas que ela defende, mas Bisa, minha luta é outra. Mulheres não precisam ser masculinizadas para que exista respeito. Em momento algum é preciso fingir que não temos, lá dentro, um sentimento arcaico de servir sabor a quem amamos. Isso não me diminui, não diminui ninguém. Apenas nos afasta. (Cristiane Lisbôa. Papel manteiga para embrulhar segredos. p. 49)

Há vários livros que eu gostaria de ter escrito. Mas nenhum se encaixa tão perfeitamente quanto “Papel manteiga para embrulhar segredos”. Houve um burburinho na blogosfera quando esse livro foi lançado, afinal, as autoras (do livro e das receitas) têm seus sites pessoais. As recomendações são mais que justificadas: as receitas de Tatiana Damberg dão água na boca e o texto de Cristiane Lisbôa é delicioso. Antônia, a Senhorita Virgínia, a Bisa parecem tão vivos que, ao fim da leitura, a vontade é recomeçar e viver tudo de novo. Isso faz de Papel Manteiga um ótimo presente, seja para aquela sua amiga que a-do-ra uma comidinha ou para aquela que acha que gostar das coisas do lar inferioriza alguma mulher.

Todos temos algo a aprender com Antônia e a Senhorita Vírginia. Nem que seja a disposição para começar a viver.

(Post casadinho com o Deusa Doméstica.)

Anúncios

Entry filed under: 27 citações.

Dúvida cruel O próximo filme que eu (não) vou ver

1 Comentário Add your own

  • 1. Patrícia Köhler  |  terça-feira, 10 julho às 8:39 pm

    Carlinha, eu adorei este livro! 🙂
    Devorei – literalmente – em poucas horas (até porque ele é beeem pequenino).
    Um dia eu quero perder o medo que tenho do fogão e me arriscar a cozinhar mais.
    Acho que me sairia bem, não sei porque. Impressão, sei lá. rs
    Beijos, moça bonita que mata os boizinhos. rs

    😉

    Re: Eu li o livro todo antes de chegar no Paraná, acredita? E isso que eu fui lendo devagarinho, saboreando, porque é livro que dá dó de ler rápido né? Quanto a perder o medo do fogão, perca! É bom =) E quem gosta de comidas, acaba fazendo boas comidas!

    (A Carol me chama de moça que não dá nome aos bois, vc de moça que mata os boizinhos. Fiquei marcada, hohoho.)

    Beijoca! Muito bom te ver no sábado!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

julho 2007
D S T Q Q S S
« jun   ago »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: