A Paixão segundo CR: Observar o Pôr do Sol

segunda-feira, 26 fevereiro at 11:32 pm 6 comentários

“Olhe o céu, Carla. Ele nunca mais se repetirá.”

Talvez essa seja a frase que eu mais ouvia quando pequena. Uma das pequenas loucuras de minha mãe é gostar de olhar o céu. Seja de dia – para ver as nuvens, seja de noite – para olhar as estrelas e a lua. Mas o verdadeiro espetáculo está na transição, quando o sol nasce ou quando ele vai embora.

“Você já imaginou / por que a lua foi embora? É que o sol pede para nascer / para que tudo possa crescer!”

Ok. Confesso que ver o sol nascendo não é minha especialidade, a não ser que eu tenha virado a noite. Mas o pôr do sol, talvez por ser rápido, sempre me fez sentir meio “sorteada”. E nunca, nunca eu vi um pôr do sol que não me fizesse – pelo menos – pensar um pouco.

Hoje ao procurar assunto para um post (há dias em que minha cabeça simplesmente não funciona) fui até a janela e fiquei olhando o sol se despedir. E vi aquela confusão de nuvens de chuva, nuvens leves, reflexos de todos os lados. Há como não se maravilhar ali?

Sim, esse é um post-pescoço. Talvez porque hoje seja um dia pescoço. Mas faz muito bem à gente virar um pouco o pescoço e apreciar o que o sol pode fazer simplesmente  por irradiar. Traz paz.

O que você faz para ter paz?

Anúncios

Entry filed under: Paixão segundo CR.

Você faz a sua parte? 50 Músicas que Marcaram a minha vida: Pagode da Amarelinha

6 Comentários Add your own

  • 1. Ian.  |  terça-feira, 27 fevereiro às 12:28 am

    o que é um post pescoço?

    já te contei de como vi o pôr do sol pela primeira vez com a marina?

    uma das primeiras coisas que descobrimos em comum foi que gostávamos de pores do sol. e claro que essa foi uma das nossas prioridades para quando nos encontrássemos pela primeira vez.

    só que durante todo o tempo em que estivemos em belém, o sol simplesmente não apareceu. foi aqui em casa, em cima da laje, que estávamos a fumar quando apareceram as nuvens e uma chuva se abateu. não saímos do lugar. em seguida, o céu abriu, as casas amontoadas perto de casa ganharam cores fortíssimas, e o céu ganhou uma porção de cores, fosse pelo cinza escuro ao leste, seja pelo azul intenso no oeste, que acompanha o sol se pondo avermelhado.

    e não contei o mais incrivel, naquela hora, surgiram DOIS ARCOS IRIS. foi quando nos casamos pela primeira vez.

    Responder
  • 2. Ian.  |  terça-feira, 27 fevereiro às 12:28 am

    ah, lindo post. vai me inspirar num post no meu blog. a conferir.

    Conferirei. Se for lindo igual ao primeiro comentário, será perfeito. =)

    Responder
  • 3. Ian.  |  terça-feira, 27 fevereiro às 12:29 am

    ah, mais duas coisas.

    1 – o que é um post pescoço? e um dia pescoço?
    (repetição, eu sei).

    Re: Papo pescoço é aquele papo que é quase um papo cabeça. Expanda a definição e vc entenderá o que é post pescoço, dia pescoço, etc, etc.

    2 – que layout lindão, viu?
    (babei)

    Lindo né? Padrão do WP, veja só. Tava enjoada daquele, muito escuro.

    Responder
  • 4. Patrícia Köhler  |  terça-feira, 27 fevereiro às 1:25 am

    Que lindo, Carla. 🙂
    Eu também AMO ver o pôr-do-sol quando posso (e admito que posso muitas mais vezes do que realmente vejo. :S).
    É um espetáculo, sem dúvida. Dos mais simples e contemplativos. Adoro quando fico neste estágio. 😉
    Beijos, mocinha. Boa semana. 😉

    Re: Ah, é bonito sim. A gente devia fazer mais vezes. Aliás, tem tanta coisa boa que a gente faz pouco por causa da correria né?
    Beijão, Pat. Obrigada pela visita.

    Responder
  • 5. Lu Mastrorosa  |  terça-feira, 27 fevereiro às 6:24 pm

    Carla, adorei sua visita e adorei seu blog, voltarei sempre! Nunca tinha parado para pensar como é mágica a perspectiva de nunca ter um céu igual 🙂 beijo!

    E não é? Igual comer AQUELE pedaço de bolo que, por mais que se repita a receita, nunca mais estará ali. (Ando mui pescoço ultimamente…) Beijão, apareça sempre!

    Responder
  • 6. Ian.  |  quarta-feira, 28 fevereiro às 8:03 am

    você ainda não me respondeu o que é PESCOÇO

    Amore, respondi sim: quando uma coisa é pescoço, essa coisa é QUASE CABEÇA.
    Tendeu?

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

fevereiro 2007
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: