Falando em mulher-vítima

sábado, 17 fevereiro at 6:05 pm Deixe um comentário

Será extremista: ou é como ela quer ou não vale. Não aceita gradações, modulações, intervalos. Não respeita meio-termos, demora, paciência. Carrega sua verdade para todas as mentiras. No primeiro confronto com os pais, replica: “não pedi para nascer”. Na primeira resistência: “nada funciona comigo”. Na discussão de casal: “eu não o mereço”. Na primeira celebração: “não sei por que você me escolheu”. No primeiro filho: “ele não se parece comigo”.

Carpinejar explica sua alergia em Cracatoa.

Anúncios

Entry filed under: umbiguices.

50 músicas que marcaram a minha vida: Quase sem querer What cha do that for?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

fevereiro 2007
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: