Put the blame on Mame

terça-feira, 19 setembro at 1:26 am 4 comentários

O mundo em preto e branco me fascina. Daí a minha paixão por fotografia 35mm. O cinema preto e branco, por ser dinâmico, é ainda mais mágico: a sensação que me dá é a mesma de assistir filmes de ficção científica com realidades totalmente inventadas.

Por esse motivo, e também por ser admiradora da beleza clássica das divas de Hollywood dos anos 40 e 50, não pude resistir quando vi a edição especial de Gilda na locadora. Nunca houve uma mulher como Gilda, é fato. A beleza de Rita Hayworth no seu mais emblemático papel, a atuação de Glenn Ford, o figurino glamouroso: tudo faz com que esse filme, um dos principais representantes do film-noir, seja um dos meus favoritos ever.

O cassino em Buenos Aires e o fim da Segunda Grande Guerra são o pano de fundo para a história de um reencontro, um triângulo amoroso e um final surpreendente. Para os padrões contemporâneos é um filme sem cenas tórridas ou grandes efeitos especiais: um bom roteiro, boas atuações, uma boa produção. Assim são feitos os grandes filmes. É pena que o cinema contemporâneo – em alguns momentos – pareça ter esquecido disso.

Quer saber mais?
IMDB
Rita Hayworth
Glenn Ford

Put the Blame on Mame (Youtube)

Anúncios

Entry filed under: cultura.

The One Correria

4 Comentários Add your own

  • 1. Amy  |  terça-feira, 19 setembro às 3:27 pm

    Sim, era eu!
    Juro que eu tinha entrado no teu orkut agorinha pra perguntar se era você!
    Transmissão de Pensamento. 😉
    Sou perita em textos desconexos, meu blog serve pra provar isso! é incrivel como perco a linha de raciocínio com facilidade, é a tal da semiose infinita(!!). um dia eu melhoro..
    Acho que um fator perfeito da vida é não existir a perfeição. Perfeição remete à previsibilidade, o que, ao meu ver, estraga a “diversão”.
    Ainda não assisti esse filme, assim que tiver um tempinho vou tentar locar.
    Beijoss

    Responder
  • 2. Barbarella  |  terça-feira, 19 setembro às 5:56 pm

    Segundo um teórico da Psicologia e afins (vi isso essa semana na aula de Estratégias de Avaliação Psicológica) as fotos em Preto e Branco transmitem mais sentimento, então, tem um teste de Personalidade em que tem pranchas com fotografias para que os pacientes contem histórias a partir destas fotografias (TAT).
    Ai, tanta novidade que tenho pra te contar que nem consigo escrever um comment decente!

    Bisous ma fleur!

    Responder
  • 3. Carla do Brasil  |  terça-feira, 19 setembro às 6:17 pm

    Ai, Babis… me conta isso das fotos pb direito! Quero nomes!
    E me manda um email com as novidades que vc tem pra me contar também!
    Bjos. Amo.

    Responder
  • 4. Ian.  |  quinta-feira, 21 setembro às 8:47 am

    Carlita, Luciana vai adorar esta postagem.
    eu também gosto muito. mas não tenho opinião decente.
    Gosto das minhas fotos em preto e branco.

    beijoca.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

setembro 2006
D S T Q Q S S
    out »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: